Domingo, 3 de Junho de 2007

E continua a participação dos alunos no Projecto Latitude60!

 

Era uma noite como as outras
Estava eu a imaginar
Como seria passar um dia noutras
Terras de exaltar

De tanto pensar
Acabei por descobrir
De um projecto do ultramar
E me pus a dormir:

“De longe se vê o horizonte
E para onde tudo se apontam
O magnifico estado da natureza em fronte
Onde focas e pinguins habitam

É um sítio fantástico e belo
Cheio de magia e cheio de ternura
Vem as lágrimas aos olhos só de vê-lo
Ao contemplar sua beleza sem verdura

Ao chegar ao local, desembarcando
Ficamos sem saber para onde ir
Se confiando aos outros que estão chegando
Ou aos outros que vão partir

Decidimos ficar por cá, mais uns dias
Ficando nas instalações
Começando por aquecer as mãos frias
E um pouco nossos corações

Começa-mos por integrar
O projecto latitude 60
Que se começa a formar
Na tenda nº 40

É um projecto muito sério
Que envolve muita gente
Desde professores a secretário
E até ao grande presidente

Estão envolvidos muitos países
Inclusive Portugal
Amigos espanhóis e Franceses
Até Africanos, onde está o mal?

Ambientalistas, jornalistas
São alguns dos que participam
Não faltando os das revistas
E os cientistas que inventam

Os assuntos são diversos e variados
E abordam muitos temas
Falam de assuntos abordados
Nas conferências das empresas

A um grupo muito especial
Que não pertence à terra estrangeira
Ao da Escola Profissional
Monsenhor João Maurício de Amaral Ferreira:

“Que participe unicamente
Neste evento singular
Traga lembranças somente
Aquelas que mais lhe agradar”

Mas voltando ao assunto
E diga-se de passagem
O que se está vendo ali em fronte,
Será foca, será miragem?


Está na hora de dormir
Que frio que faz agora
Quem estava pensando em ir
Ainda é cedo para ir embora

De manhã toca o despertador
Para todos levantar
Para quem é sonhador
É hora de acordar

O guia faz as honras
De juntar toda a gente:
“Meus senhores minhas senhoras,
Maiores para trás, menores para a frente”

“Estamos aqui todos juntos
Para um propósito singular
O que é novidade para muitos
Para outros é só relembrar”
Um jornalista depressa pergunta
O motivo para o tal projecto,
O guia depressa aponta
Para quem é o manifesto

Dali se chega à conclusão
O que a maior parte das pessoas não sabia,
É que todo o mundo está envolvido então
No aquecimento global do dia-a-dia

Depressa se fez meio-dia
Chegou a hora de almoçar
Que lindo quadro, ninguém sabia
Negros, asiáticos, europeus, todos a falar”

Mais umas viagens e era só acabar
O grande retiro que se fez…
Mas eis que acabei de acordar
E já tenho aula ás três

Fica-se sem saber
Se a verdadeira causa
É o homem ser
Mau e sem fazer pausa

Desde a produção de males, à poluição
Construções nefastas e perigosas
A verdadeira questão
Seria: para que mais coisas horrorosas?
É o nosso amigo pinguim
Que vem todo apressado
Não faz caso do tempo ruim
E nem por isso fica assustado.


Elaborado por: Paulo Furtado/Curso de Desenhador Projectista

Publicado Por FrozenMinds às 21:09
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
1 comentário:
De Cláudia Vieira - Algarve a 3 de Julho de 2007 às 21:50
Parabêns Paulo ... que excelênte trabalho o teu.!
Sorte e muitas felicidades para o teu futuro.!

Comentar Post

Pesquisar neste blog

 

Posts Recentes

E continua a participação...

Preparação das apresentaç...

Icemen HF - A nossa Maque...

A Localização da Base Cie...

Apresentação do Diaporama...

Ensaios da Peça "A Magia ...

Um conselho ecológico dos...

Os seres humanos destruir...

“Expedição Científica na ...

O Diaporama dos Icedream

Actividades Polares: Icem...

Uma iniciativa que ajuda ...

Actividades Polares: Icet...

Actividades Polares: Froz...

Actividades Polares: O Po...

Actividades Polares: Iced...

O Tratado da Antárctica

Paisagens das Regiões Pol...

Localização Geográfica da...

Os Objectivos gerais das ...

Arquivos

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Links